Fora do Circuito, dentro da solidariedade!

Projeto Fora do Circuito adia Festival em solidariedade aos trabalhadores da BU

O projeto "Fora do Circuito - cinema sem fronteiras" foi concebido com a intenção de disponibilizar filmes fora do circuito comercial/oficial a partir de festivais temáticos (fora da lei, fora da razão, fora do mapa, entre outros). Os filmes são exibidos quinzenalmente, sempre às 19h no auditório da Biblioteca Central, com a qual desenvolvemos uma rica e frutífera parceria.

Para o semestre que se inicia, estava previsto o Festival "Fora do Embargo", mas fomos surpreendidos pela decisão da Administração Central em adotar como horário oficial dos trabalhadores técnico-administrativos em educação (TAEs) o padrão do horário comercial e o concomitante fechamento da BU às 18h. Até então a jornada de trabalho dos TAEs era flexibilizada pela necessidade de ampliação do horário de atendimento aos usuários com a BU funcionando até as 22h. Assim, se os trabalhadores da BU não tem mais sua jornada flexibilizada e com horário de atendimento estendido para atender mais e melhor, também não haverá Fora do Circuito.

A reivindicação de uma jornada de trabalho de 30 horas para todos os TAEs é histórica. No decorrer dessa luta, os trabalhadores mostraram que a flexibilização da jornada de trabalho é legal, tecnicamente viável e de acordo com os estudos que demonstram os melhores padrões de produtividade. Mas principalmente, uma necessidade institucional para ampliar e melhorar o atendimento a seus usuários.

Mesmo assim, no decorrer do tempo, os trabalhadores se depararam com o descaso de sucessivas administrações com relação ao pleito dos trabalhadores e as necessidades dos usuários. As argumentações partem do pressuposto que a Universidade e seus processos de trabalho se desenvolvem numa lógica fabril e que a jornada de trabalho pode ser usada como moeda de troca política.

É na luta por ampliação do horário de atendimento na UFSC, contra a utilização da jornada de trabalho como moeda de troca e por melhores condições de vida e trabalho que os trabalhadores reivindicam 30h para todos os setores. Nesta última investida a reitoria abriu mão de sua autonomia para não se responsabilizar sobre uma matéria que é de sua competência, prejudicando assim tanto os trabalhadores como os usuários de seus serviços.

Não seria coerente um projeto cultural que se propõe a refletir "fora da caixa" não se solidarizar com as demandas dos próprios trabalhadores da instituição. Somos parceiros e usuários da BU, como muitos na instituição, e para nós a reivindicação de ampliação do seu horário de atendimento para exibição dos filmes está vinculada ao atendimento da pauta dos trabalhadores. Em tempo de retrocessos de direitos reafirmamos nosso posicionamento de defender e apoiar de maneira intransigente a luta dos trabalhadores.

Nenhum direito a menos! UFSC de portas abertas! 30 horas para todos! Viva a cultura!


Sobre o Projeto

Cinema sem fronteiras, esteriótipos e cobrança.

Fora do Circuito é um projeto de exibição gratuita de filmes fora do circuito comercial de cinema.

São exibidos filmes de variados países, com diversas temáticas e linguagens. As obras são selecionadas por festivais temáticos, que podem ser acessados no menu desta página.

Os filmes são exibidos no Auditório Elke Hering, no segundo piso da Biblioteca Central do campus Trindade da UFSC (BU).

A entrada é gratuita e o espaço abriga confortavelmente até 80 pessoas.

O circuito trabalha com pequenos festivais temáticos. Cada festival apresenta de três a seis filmes, exibidos no intervalos médios de 15 dias para cada filme, em sessão única.

A programação em cartaz está adiada, devido à mudança de horário de abertura da BU. Os festivais anteriores podem ser conhecidos clicando aqui.