Fora da Razão

O próximo festival do projeto Fora do Circuito é dedicado à irracionalidade e loucura do indivíduo ou da sociedade. São quatro filmes, exibidos entre os dias 21 de maio e 2 de julho, sempre a cada duas terças-feiras. Com obras da Alemanha, Rússia, Coreia do Sul e Grécia, em exibições gratuitas no auditório Elke Hering, no segundo piso da BU, a ausência de razão será retratada em temas diversos como os ciúmes, o luto, os traumas, a vingança e o suicídio, atravessados por muitos retratos sociais contemporâneos.

Foram selecionados filmes com sucesso de crítica e com narrativas pungentes de grandes diretores, atrizes, atores e composição técnica premiada, mas que não tiveram passagem pelo circuito comercial de cinema no país.

Para saber mais sobre o projeto, acesse aqui.

21 de maio:

Contra a parede

(Alemanha, 2004)

Urso de ouro de melhor filme; Prêmio Goya de Melhor Filme Europeu; Prêmio do Cinema Europeu de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro; Prêmio Bodil de Melhor Filme Não-Americano; Escolha do Público de Melhor Filme Prêmio do Cinema Europeu; Prêmio Birol Unel de Melhor Filme e Melhor Ator; Prêmio do Cinema Alemão para Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia e Melhor Atriz.

Após uma internação por tentativa de suicídio, a jovem Sibel conhece Cahit. A descendência turca de ambos e a família repressora de Sibel são dois motivos para a proposta que ela fará a Cathit: matrimônio. Os dois se casam, apenas como meio de permitir que Sibel escape das regras de sua família conservadora, mantendo suas vidas independentes, apesar de dividir um apartamento. Cahit aceita a situação no início, mas logo se apaixona e começa a perder o controle.

(Drama, 121min.)

Abaixo cena de divulgação com legendas em inglês geradas pelo YouTube:


4 de junho:

Vivendo

(Rússia, 2012)

Três histórias sobre os danos causados pela ausência na vida das pessoas. Na primeira delas, um jovem casal é confrontado com um terrível ato de violência num trem. Em seguida, uma mulher de meia idade assiste às consequências que o seu alcoolismo provoca nas suas filhas gêmeas. Por fim, um jovem convive com a ausência do pai, impedido pela mãe de vê-lo.

(Drama, 119 min.)

Abaixo o trailer em russo:


18 de junho:

Eu vi o diabo

(Coreia do Sul, 2010)

Prêmio de Melhor Filme do Baeksang Arts Award; Prêmio de Melhor Edição do Asian Film Award; e Prêmios de Melhor Cinematografia, Música e Iluminação do Blue Dragon Film Awards.

Soo-hyun é um agente secreto do Serviço de Inteligencia Nacional da Coreia do Sul (NIS) determinado a vingar o assassinato brutal de sua noiva. Ele sabe quem cometeu o crime, mas não irá simplesmente denunciá-lo.

(Suspense/drama, 141min.)

Abaixo o trailer oficial com legendas em português:


2 de julho:

Miss Violence

(Grécia, 2013)


Vencedor do Leão de Prata de Melhor Diretor; Prêmio Copa Volpi de Melhor Ator; Prêmio Helênico de Melhor Ator e Melhor Atriz Coadjuvante.

A polícia tenta desvendar os segredos de uma família na investigação sobre a morte de uma menina no dia de seu aniversário de 11 anos. A família insiste na versão de acidente, enquanto os investigadores buscam por motivos para um suicídio.

(Drama, 99 min.)

Abaixo o trailer com legendas em português: